14 de julho de 2012

Detran/RN assume os aluguéis das Centrais do Cidadão

A reabertura da Central do Cidadão na zona Sul de Natal vai demorar mais algumas dias, porque o Governo do Estado ainda não fechou o contrato de locação, que agora está sob responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN). A Central oferecerá serviços de diversas órgãos à população de Ponta Negra, Capim Macio, entre outros bairros da zona Sul da Cidade. O diretor-presidente do Detran-RN, Willy Saldanha, informou que a autarquia, "como âncora e responsável pelo maior número de atendimentos", passará a arcar com o custo do aluguel da Central do Praia Shopping, na avenida Engenheiro Roberto Freire e da Central do Cidadão no Via Direta, em Mirassol, onde existem contratos de aluguel de várias salas "e o Detran pretende transformar num contrato único". Saldanha não soube informar quanto tempo vai levar para fechar o  contrato de aluguel em Ponta Negra – "queremos reabrir o mais rápido possível" -, mas disse que "ainda faltam alguns detalhes" para que isso venha a ocorrer.

Ele informou que o aluguel a ser pago ao grupo Capuche, deve ficar em torno de R$ 37 mil, mas com relação as outras Centrais do Cidadão situadas em Natal e no interior, ele disse que a participação do Detran-RN no aluguel desses outros espaços ainda "está sendo discutido" com a Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania (Sejuc), que continuará sendo a responsável pela gestão das Centrais. Central do cidadão A presidente da Associação dos Moradores dos Conjuntos de Ponta Negra e Alagamar (Ampa), Fátima Leão Andrade, lamenta a morosidade com que o Estado vem tratando a questão: "A população é a mais prejudicada, pois todo mundo está indo para o Via Direta, onde a Central do Cidadão já não tinha tanto suporte para atender a demanda de lá, imagine as pessoas de Ponta Negra e bairros aqui próximos", lamentou Fátima. A presidente da AMPA disse que entregou em 23 de novembro do ano passado um abaixo-assinado,  "com quase mil assinaturas", no protocolo do Gabinete Civil, como também diretamente à Sejuc, quando o secretário era o advogado Thiago Cortez.

REFORMA
Mas recentemente, segundo ela, de tanto informarem, oralmente, que a Central do Cidadão reabriria dentro de 60 dias e depois mais 60 dias, ela resolveu pedir uma explicação por escrito ao coordenador de Atendimento ao Cidadão da Sejuc, Nelson Santos de Mendonça, o qual respondeu em 4 de maio, por ofício, "que o serviço de reforma" do novo espaço da Central do Cidadão, "estava em fase de acabamento" e que dentro de dois meses (no caso, início do mês de julho) o atendimento ao público seria retomado. A Central do Cidadão da zona Sul completa um ano sem funcionar neste próximo domingo, dia 15.  O atendimento ao público foi suspenso em julho do ano passado, depois de uma reestruturar na estrutura do centro comercial.  A Superintendência do Praia Shopping não quis se pronunciar sobre detalhes contratuais, mas avisou que a reforma do novo espaço já foi concluída em relação, por exemplo, a toda a infraestrutura dos sistemas elétrico, hidráulico e lógico para instalação de computadores

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!