11 de outubro de 2012

Hemonorte tem menos da metade de bolsas de sangue necessárias para funcionamento normal

O Hemocentro Dalton Cunha (Hemonorte) está precisando com urgência  de sangue de todos os tipos para repor seu estoque que continua baixo e em estado crítico. Até o final da manhã desta quinta-feira (11) o Hemonorte conta com apenas 238 bolsas de sangue, enquanto que para o funcionamento normal são necessárias 600 bolsas por dia e em feriados e grandes eventos são necessárias de 800 a 1.000 bolsas/dia.

Linete Rocha, diretora geral do Hemocentro, critica a posição da população, que não tem a cultura da doação, a não ser quando alguém próximo precisa, os chamados "doadores de reposição". "Outro grande problema é que a nossa Unidade Móvel não está nas ruas, devido à greve dos médicos, o que contribui sobremaneira para a baixa dos estoques, pois os doadores voluntários que mantém o estoque regular não vão às unidades fixas [Hemonorte e Posto de Coleta da Zona Norte]", disse Linete Rocha.

As doações podem ser feitas  de segunda a sábado na  sede da Unidade, na avenida Alexandrino de Alencar, próximo ao Parque das Dunas, das 7h às 18h, ou no Posto de Coleta da Zona Norte, Complexo Cultural, na avenida João Medeiros Filho - Potengi, das 8h às 17h.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!