14 de dezembro de 2014

Marina Silva é eleita a mulher mais influente na política em 2014 pela Financial Times


Marina Silva foi eleita a mulher mais influente na política neste ano pela revista semanal FT Magazine, do jornal britânico Financial Times. A lista ”Women of 2014″, segundo o site da publicação, destaca as mulheres que deixaram a sua marca como líderes, ativistas e lutadoras em um ano que “abalou” o mundo.
O jornal destaca que a trajetória de Marina reflete a história do Brasil desde 1950, quando milhões de pessoas saíram da pobreza para a cidade. “Uma seringueira analfabeta, que trabalhou na Amazônia até os 16 anos, e se tornou senadora, ministra do meio ambiente e candidata à presidência duas vezes”, diz a publicação.
Além de abordar sua carreira acadêmica, o Financial Times pontua que Marina apoiou Luis Inácio Lula da Silva e deixou o ministério do meio ambiente em 2008, quando percebeu que o ex-presidente estava reduzindo sua autoridade. O jornal mencionou uma declaração de Marina na época: “Eles são reféns dos elementos mais atrasados do Congresso, aqueles que tem a visão de crescimento da produção com a expansão da área da agricultura, não por meio de ganhos de produtividade com a tecnologia, formação e inovação.”
A ex-senadora aparece ao lado de nomes influentes, como Laura Poitras, jornalista que divulgou as informações da Agência de Segurança Nacional americana, NSA; da ativista pelo clima Naomi Klein; de Ana Botín, presidente do Banco Santander; Joanne Liu, líder da ONG Médicos Sem Fronteiras e ativista contra o Ebola; e Arundhati Bhattacharya, a primeira mulher a comandar o State Bank of India.
Agência Estado

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!