20 de janeiro de 2015

Após 12 horas de fogo, termina maior incêndio da história do Seridó potiguar

Corpo de Bombeiros e carros-pipa tentam conter as chamas em Jardim do Seridó, no RN (Foto: Júnior Flash/G1)

Durou aproximadamente 12 horas o incêndio que atingiu uma fábrica de sabão desativada na cidade de Jardim do Seridó. Ninguém ficou ferido, mas houve risco de as chamas atingirem várias residências próximas ao galpão do prédio. Segundo o tenente Alcione Araújo, do Corpo de Bombeiros, o fogo foi totalmente debelado por volta das 2h da madrugada desta terça-feira (20).

Ainda de acordo com o tenente, há suspeitas de que o vigilante que trabalha na fábrica teria causado o incêndio de forma acidental. A informação, no entanto, ainda não oficial. “Moradores da região nos contaram que o vigia colocou fogo no mato para limpar o terreno, justamente para evitar que o lixo pegasse fogo, pois como não está chovendo na região, o mato tá muito seco. Só que ele teria perdido o controle da queimada e as chamas acabaram se espalhado e atingindo o galpão”, relatou.

Araújo explicou que o fogo se alastrou rapidamente e ganhou grande proporção por causa do material que estava armazenado no galpão principal. “A fábrica está sem funcionar há oito anos, mas ainda tinha muita gordura vegetal guardada. O produto é feito de semente de algodão, de fácil combustão”, afirmou.

A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros disse ainda que o incêndio foi combatido por caminhões da corporação que se deslocaram dos quarteis de Natal, Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros, além do auxílio do Exército e de cerca de 40 carros-pipa de prefeituras da região. 

Moradores da região contam que este foi o maior incêndio da história da região Seridó desde a fundação do Corpo de Bombeiros, em 1985.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!