14 de janeiro de 2015

Estudante de Natal consegue nota máxima na redação do ENEM

IMG-20150114-WA0012-200x300

Foto: site Marista

André Diniz, educando do 3º Ano do Colégio Marista de Natal, está entre os 250 estudantes brasileiros que conseguiram a nota máxima na redação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014. Dos 6.193.565 candidatos que fizeram a prova, 529.374 tiveram nota zero na redação, segundo dados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira); outras 248.471 foram anuladas. Um total de 9.519.827 estudantes de todo o Brasil se inscreveram no ENEM do ano passado.

A base de estudos do Colégio Marista e o estímulo dos pais à leitura foram, segundo André, pontos fundamentais para levá-lo a excelência na redação do ENEM. “O Marista sempre me deu todo o apoio pedagógico, desde que entrei lá, em 2004. E, também, sempre fui estimulado a ler pelos meus pais. Por isso, a escrita tornou-se uma coisa muito natural”, destaca André, que confessa ter ficado surpreso com a nota máxima. “Eu saí da prova consciente de ter feito uma boa redação, mas depois que foi anunciado que só 250 no Brasil inteiro tiraram nota 1000… Nossa, fiquei surpreso. Não esperava, sinceramente”.

Apesar do hábito da leitura e do incentivo da escola, André confessa também que nunca teve o hábito de escrever. Ele revelou ser mesmo fã de matemática e física. “Sempre tive mais apego à física e matemática. Tanto é assim que quando o Marista implantou a monitoria no Terceiro Ano eu fui ser monitor destas disciplinas. E isso me ajudou bastante porque tinha que ajudar aos outros também. Então, pude melhorar em aspectos como retórica e resolução de exercícios”, conta André, que vai tentar uma vaga em Engenharia Elétrica, na UFRN. Com a média de 801,88 ele pode pleitear uma vaga em qualquer curso e Universidade do país. “Cada Universidade tem seus pesos. Mas, prefiro mesmo Engenharia Elétrica na UFRN”.

O tema da redação – “Publicidade Infantil” – surpreendeu a todos os candidatos. Mas, André disse que, apesar da surpresa, não teve dificuldade em escrever sobre o assunto. “Esse tema pode ter sido surpreendente, mas a meu ver não era um assunto tão difícil. São coisas que você vê no cotidiano”, afirma o leitor assíduo de poesias, notícias e artigos de opinião. André faz questão de dividir a conquista com o Colégio por onde passou toda sua vida de estudante: “Passei minha vida inteira dentro do Marista. Eu fui construído como pessoa lá e devo muito à minha escola pelo que sou hoje”, agradece.

Com informações do site do Marista

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!