4 de março de 2015

Minha Casa, Minha Vida no RN: Com atrasos no pagamento, construtoras paralisarão obras; demissões chegam a 2.500 pessoas

 

É destaque no Política em Foco, por Anna Ruth Dantas. As construtoras responsáveis pelas obras do programa Minha Casa, Minha Vida no Rio Grande do Norte defiram que paralisarão suas atividades devido ao grande atraso no pagamento feito pelo Governo Federal. A consequência direta da medida é o desemprego. A suspensão de todas as atividade acontecerá a partir da próxima semana. No total, serão 2.500 pessoas demitidas, sendo 1.500 empregos diretos e outros 1.000 empregos indiretos, que atuam em empresas terceirizadas, máquinas, equipamentos e até em fornecer refeições para os empregados das obras.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!