3 de maio de 2015

Lula diz que volta se for chamado para a briga

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a atacar a imprensa e as elites ao discursar no evento organizado pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) para comemorar o 1º de Maio no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.”O que me deixa inquieto é o medo que a elite brasileira tem que eu volte à Presidência. É inexplicável, porque eles nunca ganharam tanto dinheiro na vida quanto no meu governo”, afirmou.

Lula se mostrou irritado com a revelação de que se tornou alvo de uma investigação aberta pela Procuradoria Geral da República por suspeita de tráfico de influência, publicada pela revista “Época”. Lula disse que a revista e sua concorrente “Veja” são “lixo” e “não valem nada”.Ele negou a intenção de voltar a disputar a Presidência da República, mas afirmou que não aceita provocações. “Estou quietinho no meu lugar, mas estão me chamando para briga e sou bom de briga. Eu volto para a briga.”

O objetivo do inquérito aberto contra Lula é investigar suspeitas de que ele ajudou empreiteiras a obter financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para conseguir contratos de obras na África e na América Latina.O ex-presidente disse que percorrerá o país para conversar com o povo brasileiro e desafiará quem não concorda com o “resultado da democracia”. A mensagem foi recebida com entusiasmo pelos petistas. Lula não comparecia ao ato de 1º de Maio da CUT desde 2010, último ano de seu segundo mandato. (Da Folha de S.Paulo)

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!