5 de julho de 2016

Gastos com Jogos Olímpicos superam em R$ 10 bi do orçamento inicial


© Fornecido por Estadão
Faltando 30 dias para o início dos Jogos Olímpicos no Brasil, a estrutura para o Rio de Janeiro receber a maior competição esportiva do mundo está, em sua maioria, pronta, faltando apenas detalhes para que tudo esteja finalizado até o dia 5 de agosto, na abertura oficial, no Maracanã. Porém, o que chama atenção é o preço que a cidade e todo o País tiveram de pagar para sediar o evento: R$ 39 bilhões.

Com orçamento previsto de R$ 28,8 bilhões na candidatura brasileira para receber os Jogos, em 2009, os valores foram aumentando e chegam à reta final da preparação com uma quantia de R$ 10 bilhões a mais do que se esperado, ou fora planejado. Também por isso, no último mês, o estado do Rio decretou calamidade pública por causa da grave crise financeira e, às pressas, precisou de um aporte de quase R$ 3 milhões da União, sobretudo para ser investido em segurança.

Apesar do momento crítico, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, garantiu que a falta de dinheiro não terá reflexo nos Jogos, mas entrou em conflito com o governo estadual: "As dificuldades que o estado passa não têm nada a ver com a Olimpíada", disse ele. No último sábado, o prefeito voltou a fazer duras críticas ao governo: "O estado já passou muita responsabilidade para o município. Ele já recebeu dinheiro do governo federal. Está na hora de fazer gestão, de tomar vergonha na cara e cumprir com suas obrigações".

DIVISÃO DE GASTOS Com o orçamento total dos Jogos na casa dos R$ 39 bilhões, a divisão das despesas é a seguinte: 1 - R$ 7 bilhões para a organização, com investimento privado do próprio comitê organizador 2 - R$ 7 bilhões para as instalações olímpicas 3- R$ 25 bilhões para obras de legado, como vias urbanas, revitalização do porto, e transporte.

Segundo Eduardo Paes, para o Rio de Janeiro construir arenas e estádios, 30% dos recursos vieram do governo federal, 60% da iniciativa privada e 10% saíram cofres do município, o equivalente a R$ 732 milhões.

Estadão

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!