19 de julho de 2016

Presos pulam muro de cadeia em Mossoró; 2 são baleados e um morre


Dois detentos foram baleados na manhã desta terça-feira (19) após pularem um dos muros da Cadeia Pública de Mossoró, na região Oeste potiguar. Um deles morreu ao chegar ao hospital. Os disparos, segundo o diretor da unidade, foram feitos por policiais militares que trabalham nas guaritas. Uma contagem será feita para saber se algum preso conseguiu escapar. “Primeiro foram feitos disparos de advertência, mas como eles não atenderam a ordem para parar, acabaram baleados”, explicou José Fernandes, diretor da cadeia. Feridos, os dois presos foram socorridos para o Hospital Regional Tarcísio Maia.


O preso que não resistiu ao ferimento e morreu foi identificado como Francisco Wanderley Pereira Filho, de 25 anos (Foto acima). Ele respondia por meu ip assalto e tráfico de drogas. O outro detento, Breno Maycon de Moura, de 20 anos, permanece internado e não há informações sobre o estado de saúde dele. Ainda de acordo com o diretor, a Cadeia Pública de Mossoró possui atualmente 189 internos. A capacidade da unidade é para 140 detentos.
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. Tudo em vão. As melhorias feitas foram novamente destruídas. Atualmente, em várias unidades, as celas não possuem grades e os presos circulam livremente dentro dos pavilhões. Chega a 270 número de presos que escaparam este ano no RN.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!