10 de julho de 2016

Você sabia que romã é aliada do coração e pode prevenir o câncer

Romã (Punica granatum, Punicaceae), nativa da Pérsia, é uma fruta comestível cultivada em países do Mediterrâneo, Afeganistão, Índia, China, Japão, Rússia, e em algumas partes dos Estados Unidos. As partes comestíveis da romã equivalem a 80% do peso total do fruto.
É composta por carboidratos (açúcares) complexos e diversos minerais, como o potássio, nitrogênio, cálcio, magnésio, fósforo e sódio. Romã é sinônimo de antioxidantes ao que se refere à sua composição nutricional, sendo uma rica fonte de dois tipos de compostos polifenólicos com alto poder antioxidante: antocianinas, que dão a frutas e sucos sua cor vermelha; e taninos hidrolisáveis (como elagitaninos), que respondem por 92% da atividade antioxidante do fruto inteiro. Além disso, também é rica em vitamina C, vitamina E e coenzima Q10. Estudos já demonstraram que a atividade antioxidante de romã é maior do que a do vinho tinto e chá verde, chegando a uma atividade antioxidante três vezes maior do que o extrato de chá verde.
Alguns estudos científicos tem reportado que a administração da combinação de compostos bioativos aumenta sua efetividade pelo sinergismo entre os compostos, como já comentado por aqui no artigo do licopeno. Como o fruto possui centenas de compostos diferentes, o consumo da fruta in natura é vantajoso, se comparado à ingestão de um composto específico.

Fonte: Site Minha Vida

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!