19 de fevereiro de 2017

Família Temer se muda para o Palácio da Alvorada seis meses após impeachment

Temer recebe ministros, e Marcela brinca com filho em 1º dia no Alvorada
Depois de quase seis meses na Presidência, Michel Temer passou a morar na residência oficial, o Palácio da Alvorada, na noite da última sexta-feira. Desde outubro passado, o local estava em reforma, especialmente para acomodar o filho caçula de Temer, Michelzinho.
A presidente afastada Dilma Rousseff permaneceu por lá até 6 de setembro, uma semana depois de sofrer o impeachment. A ideia de se mudar para o palácio sofreu resistência de Temer no início.
Temer estava usando o Alvorada para jantares e reuniões políticas, mas morando no Palácio do Jaburu, reservado aos vice-presidentes, desde que assumiu o posto, em 2011.
Para receber Temer, a primeira-dama, Marcela, e o filho, o palácio passou por ajustes, especialmente no segundo andar, onde fica a área íntima. Pela primeira vez desde que foi construído, o Alvorada recebeu telas de proteção nas janelas dos quartos e salas voltadas para o Lago Paranoá.
O quarto de Michelzinho era usado anteriormente como um escritório, localizado próximo à suíte principal. A última vez que crianças moraram na residência oficial foi no governo do ex-presidente João Goulart (1961-1964). Na gestão Dilma, era comum a petista receber o neto Gabriel, hoje com seis anos.
Além de mudanças na decoração da ala íntima, a primeira-dama montou no Alvorada um escritório para atender ao programa Criança Feliz, do Ministério do Desenvolvimento Social, do qual é embaixadora.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!