Skip to content

16 de fevereiro de 2020

Governo quita novembro de 2018 e adianta pagamento de fevereiro neste sábado


Com isso, mais de 60 mil funcionários terão seus salários integrais na conta já na metade do mês

O Governo do RN depositou mais de R$ 314,3 milhões na economia potiguar. O adiantamento do salário de fevereiro de 2020 e o passivo de novembro de 2018 amanhecerão na conta bancária dos servidores do Estado neste sábado (16).
O funcionalismo que recebe até R$ 4 mil (valor líquido) e a categoria da Segurança Pública receberão o salário integral. O servidor que recebe acima de R$ 4 mil teve 30% de seu salário adiantado e receberá os outros 70% no próximo dia 29.
Com isso, mais de 60 mil funcionários terão seus salários integrais na conta já na metade do mês e quase 30 mil terão parte de seus vencimentos adiantados, totalizando uma folha de mais de R$ 220 milhões.
SALÁRIO DE NOVEMBRO DE 2018
Em relação ao passivo de novembro de 2018, foi depositada a parcela restante dos servidores que recebem acima de R$ 5 mil. Com isso, o Governo quita o segundo dos quatro salários em atraso deixados pela última gestão, tendo pago também o 13º de 2017.
O Governo segue no trabalho constante pela busca do equilíbrio fiscal e de receitas extras para pagar os salários de dezembro e o 13º de 2018, que totalizam um montante de mais de R$ 700 milhões.

77% dos municípios do RN não têm agências bancárias

No Rio Grande do Norte, 129 municípios (77% do total) não têm agência bancária. Desse total, 82 cidades possuem apenas postos de atendimento; dois municípios possuem somente caixas eletrônicos e 45 municípios não possuem agência, posto de atendimento e nem caixa eletrônico. As estatísticas são do Banco Central do Brasil.
Em quatro anos, o número de municípios sem nenhum serviço bancário no Rio Grande do Norte aumentou em 10, saindo de 35, no ano de 2015, para 45, no ano passado.Em dezembro de 2019, 378 municípios do Brasil se encontravam nessa situação, 78 a mais que em 2015. No Estado, o número de cidades com agências caiu de 54, no ano de 2015, para 38, em 2019.
Da Tribuna do Norte

Identidade estudantil pode ser baixada de graça até este domingo

Os interessados na identidade estudantil digital têm até este domingo (16) para tentar garantir o documento que é gratuito. É que a Medida Provisória 895/2019, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, em setembro, vai perder a validade na segunda-feira (17). A partir dessa data, o Ministério da Educação (MEC), não terá mais autorização para emitir a ID Estudantil.
Até as 12h30 deste sábado mais de 320 mil ID estudantis haviam sido emitidas, cada uma a um custo de R$ 0,15 para o governo.
O documento dá ao estudante direito a pagar meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos e fica disponível no celular. Segundo o MEC, o objetivo é oferecer uma alternativa à carteirinha de plástico que continua sendo emitida por entidades estudantis como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e que custa R$ 35.
Diferentemente das carteirinhas tradicionais, que valem até março do ano seguinte, segundo o MEC, a ID estudantil poderá ser utilizada enquanto a matrícula do aluno em uma instituição de ensino estiver ativa no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), que é um banco de dados nacional dos estudantes.
Mais de 6 milhões foram cadastrados na plataforma por 7,1 mil instituições de educação básica e superior. O SEB permite o acompanhamento, por exemplo, da regularidade escolar do estudante. O projeto foi pensado para que as políticas públicas sejam, cada vez mais, aperfeiçoadas e usado como base para emitir as identidades estudantis.

Documento do carro não vai mais ser impresso a partir deste ano

A partir deste ano, o documento do carro não vai mais ser impresso em papel. Nove estados já estão emitindo a versão digital. É obrigatório apresentar à autoridade de trânsito a carteira de motorista e também o documento de cor verde, o CRLV, que é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Mas esse documento de papel, está com os dias contados.
Os Detrans de todo o país têm até junho para implantar a novidade. Nove estados já começaram a emitir a versão digital. Para usar a novidade, o motorista precisa baixar o aplicativo, que é de graça, e, assim que pagar o IPVA, o documento eletrônico já aparece na tela do aparelho.

13 de fevereiro de 2020

MEC prorroga prazo e estudantes têm até sexta-feira para fazer inscrição no Fies



O Ministério da Educação (MEC) informou que foi prorrogado por mais dois dias o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Com a prorrogação, os estudantes interessados em participar do programa de financiamento do ensino superior em universidades privadas terão até as 23h59 de sexta-feira (14) para fazer a inscrição. O prazo inicial terminaria ontem (12).

Segundo o MEC, a data final do Fies foi estendida para dar mais prazo para os estudantes se inscreverem. Em todo o país, serão ofertadas 70 mil vagas em instituições privadas.

Os demais prazos do cronograma do Fies foram mantidos. A divulgação dos resultados será no dia 26 de fevereiro. A complementação dos inscritos pré-selecionados ocorrerá entre 27 de fevereiro e às 23h59 de 2 de março. A convocação da lista de espera será de 28 de fevereiro até as 23h59 de 31 de março.

Os estudantes interessados podem acessar o site do Fies .

Coronavírus tem 15 mil novos casos e 254 mortos em 24h


Esqueça as notícias que davam conta de uma redução no número de novos casos de coronavírus. O governo chinês adotou novos métodos de diagnóstico do coronavírus na província de Hubei, com o uso de scanners computadorizados, e revelou nesta quinta-feira o pior dia de propagação do vírus desde sua descoberta.

Foram 14.840 novos casos apenas na província em 24h, ante 2 mil novos casos em todo o país na quarta-feira. O número de mortos também disparou, com 254 novas vítimas fatais, chegando a 1.360.

A boa notícia, se é que se pode chamar assim, é que a nova tecnologia de diagnóstico aumenta a agilidade no tratamento e as chances de cura. A má é que alimenta a suspeita de que o governo chinês está maquiando dados sobre a epidemia. Na quarta-feira reportagens mostraram uma pressão crescente do presidente chinês, Xi Jinping, para que o país volte à normalidade, duas semanas após o fim do feriado de ano novo.

O aumento no número de novos casos interrompeu uma semana que vinha sendo de alta nas ações na Ásia, com reflexos em países como o Brasil. Ontem o Ibovespa subiu 1,13% e fechou em 116.674 pontos, a maior pontuação em duas semanas.

12 de fevereiro de 2020

Estado pode exigir comprovação de união estável de apenados para fins de visitas íntimas


O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, em processo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, julgou improcedente uma Ação Civil Pública que pedia a abstenção da exigência, pelos diretores das unidades prisionais estaduais, de comprovação da união estável, via sentença judicial declaratória de união estável ou escritura pública declaratória de união estável, para a realização de cadastro de companheiro/companheira para fins de visitas íntimas.
A ação foi ajuizada pela Defensoria Pública estadual, que apontou que a Portaria nº 656/2017- GS/SEJUC suspendeu o direito à visita social/íntima dos apenados, no âmbito de todas as unidades prisionais estaduais. Requereu a anulação da Portaria e que fosse determinada aos diretores das unidades prisionais estaduais a abstenção da exigência documental aludida, visando o cadastro de companheiros/companheiras, para fins de visita íntima.
Argumentou que a Portaria é ilegal e viola a dignidade humana, além de outros direitos fundamentais constitucionais dos custodiados, a Lei de Execuções Penais (LEP), a Convenção Americana de Direitos Humanos, bem como o Regimento Interno das Unidades Prisionais.
Em sua contestação, o Estado alegou que a Portaria foi baseada no artigo 41 da LEP e traduz ato administrativo discricionário. Realçou que a medida tinha caráter excepcional, dados os indícios que indicavam a utilização das visitas íntimas como meio das organizações criminosas propagarem suas ordens delituosas. Em relação à exigência documental, sustentou que era descabida sua limitação, uma vez que seu exercício vinculava-se ao poder discricionário e de polícia.
Decisão
Ao analisar o caso, o juiz Bruno Montenegro observou que a portaria possuía a vigência limitada ao prazo de 30 dias, tendo deixado de surtir efeitos. Sobre o mérito da questão, o magistrado entendeu que o pleito da Defensoria não merecia acolhimento.
Bruno Montenegro aponta que a exigência documental para as visitas íntimas encontra amparo na Lei de Execuções Penais, cujo parágrafo único do artigo 41 prevê que a visita íntima poderá ser suspensa ou restringida mediante ato motivado do diretor do estabelecimento penal.
“A exigência da documentação concernente à prova da união estável em apreço insere-se no âmbito das possibilidades de restrição, permitidas pelos lindes legais acima transcritos, inserindo-se, com razoabilidade, no âmbito do poder de polícia e da feição de discricionariedade atribuídos à Administração Pública”, diz a sentença.
O magistrado fez ainda referência aos motivos alegados pelo Estado para a edição da portaria, o qual indicou a existência de indícios de que a ordem para execução de um agente penitenciário teria saído diretamente de uma organização criminosa de dentro de uma unidade prisional. E que após a vigência da portaria foi possível a retirada de objetos ilícitos de dentro das unidades, como aparelhos celulares e chips.
Assim, o juiz entende que “descabe ao Poder Judiciário a apreciação do mérito administrativo, quando este, forjado nos limites da razoabilidade, não ultrapassa a liberdade legalmente prevista, sob pena de atuar como legislador positivo”.
(Processo nº 0849373-74.2017.8.20.5001)


11 de fevereiro de 2020

Caixa inicia na próxima quinta-feira pagamento do PIS para nascidos em março e abril


A Caixa inicia na próxima quinta-feira (13) o pagamento do Abono Salarial do Programa de Integração Social (PIS) calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Os beneficiários com conta individual na instituição, cadastro atualizado e movimentação, o crédito está sendo feito nesta terça-feira (11).
Segundo a Caixa, receberão o abono mais de 3,6 milhões de trabalhadores, totalizando R$ 2,7 bilhões em recursos injetados na economia. Os valores variam de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.
Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do beneficiário e tiveram início em julho de 2019, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho deste ano.
O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento ao Cidadão, no telefone 0800 726 0207.
O banco disponibilizará cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final do calendário.
Quem tem direito
Pode receber o benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano base 2018.

Governo atenderá requerimentos de Ezequiel e destinará viaturas a várias cidades do RN



O Governo do Rio Grande do Norte atenderá a requerimentos apresentados pelo deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Estado, e destinará viaturas policiais para várias cidades potiguares. Os veículos já estão no Centro Administrativo e em breve serão encaminhados para os municípios.
“Agradecemos a atenção do Governo do Estado e da Secretaria Estadual de Segurança Pública, que atende a nosso pedido e beneficia cidades que precisam fortalecer o trabalho policial e o combate à criminalidade. A questão da insegurança é uma preocupação hoje de todos os potiguares, e temos o compromisso, junto com o Governo do RN, de buscar melhorias para a população”, disse Ezequiel Ferreira.
Os veículos Mitsubishi foram adquiridos com recursos oriundos da parceria entre o Governo Federal e o Estadual. São carros que atenderão a Polícia Militar, Polícia Civil e a Polícia Rodoviária de Trânsito.
Confira abaixo a lista de cidades que serão beneficiadas pelos requerimentos apresentados por Ezequiel Ferreira ao longo do ano 2019.
Viaturas da Polícia Militar
Currais Novos
Caicó
Macau
João Câmara
Nova Cruz
Santa Cruz
Jardim de Piranhas
Canguaretama
Mossoró
Tibau do Sul
Polícia Rodoviária de Trânsito
Caicó
Nova Cruz
Jucurutu
Polícia Civil
Caicó
Macau
Nova Cruz
Jucurutu
Goianinha
Canguaretama
Nísia Floresta
Ceará Mirim
Parelhas
Touros
São José do Mipibu
Extremoz
Macaíba
João Câmara
Santa Cruz

Ao assumir Ministério do Desenvolvimento, Rogério Marinho irá gerenciar orçamento de 16,7 bilhões



Novo ministro do Desenvolvimento Regional do governo Jair Bolsonaro, o potiguar Rogério Marinho terá a responsabilidade de comandar uma pasta de extrema importância para o país. Para se ter uma ideia de sua dimensão, o Ministério possui um orçamento de R$ 16,7 bilhões.
Entre as atividades do órgão estão, por exemplo, investimentos, despesas e gastos com seguridade social. A pasta comanda o programa “Minha Casa, Minha Vida” e o projeto de transposição do rio São Francisco. Para o Rio Grande do Norte, as obras da barragem de Oiticica também passam pelo órgão.
Estão vinculados ao Ministério comandado por Rogério a CBTU, Codevasf, Dnocs, Sudene, Agência Nacional de Águas, Sudam, Sudeco e Trensurb.

Rogério Marinho será empossado hoje (11) em Brasília



O potiguar Rogério Marinho toma posse, às 14 horas de hoje, como novo ministro do Desenvolvimento Regional. A solenidade ocorrerá no segundo andar do Palácio do Planalto, em Brasília, com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e deve contar com representantes da classe política do país e do Rio Grande do Norte.
Entre os políticos do Estado que tinham confirmado, ontem, presença na posse de Rogério Marinho, constam o prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira, que também preside o PSDB estadual, partido do qual o novo ministro está licenciado desde que, no começo do ano passado, passou a integrar a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, como  secretário nacional de Previdência e Trabalho.
Ainda prestigiam a posse de Marinho a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP); enquanto os prefeitos de São Tomé, Anteomar Pereira (PSDB), de Marcelino Vieira, Kerles Jácome, o “Babau” e de Santana do Seridó, Hudson Santana de Brito, que tem cargo de direção na Confederação Nacional dos Municipios (CNM), representam uma comitiva da  Federação dos Municípios do  Rio Grande do Norte (Femurn). Os convidados devem chegar com uma hora de antecedência, segundo o Cerimonial do Palácio do Planalto.

Cresce o númeo de queixas contra operadoras de internet fixa



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou ontem, os dados dos principais serviços de telecomunicações do País. Entre eles, o número de reclamações contra as prestadoras que oferecem serviços de internet fixa e móvel, celular pré-pago e pós pago, telefonia fixa e TV por assinatura.
Os dados apresentados englobam os últimos cinco anos e consideram as principais operadoras do País. Somente em 2019, a Anatel recebeu quase 3 milhões de reclamações, um aumento de 1,28% em relação a 2018. Dos serviços analisados, o de internet fixa atingiu um salto significativo.
Foram 80 mil reclamações a mais que 2018, um total de 580, 7 mil demandas. Caso continue assim, o serviço de banda larga fixa pode chegar a ser o segundo mais reclamado, perdendo apenas para o de celular pós-pago.

8 de fevereiro de 2020

Sindicatos querem isenção de alíquota para quem ganha até R$ 6,1 mil

Resultado de imagem para sindicatos



Os sindicatos e associações que mantêm negociações com o Governo do Estado para mudar a proposta de reforma da Previdência defendem que os servidores inativos que recebem benefícios de até R$ 6,1 mil fiquem isentos da cobrança de contribuição previdenciária. Na proposta do governo, são taxados aposentados e pensionistas que recebem a partir de R$ 2.500,00.
Se for acatada a sugestão de mudança, a isenção ficaria a mesma que consta na atual regra do sistema previdenciário estadual. Além disso, o Sindicato dos Auditores Fiscais do RN (Sindfern) pede que a alíquota efetiva dos servidores chegue a, no máximo, 14%.

28 de novembro de 2018

Último FPM de novembro será transferido aos cofres municipais nesta sexta-feira, 30

FPMOs cofres municipais receberão nesta sexta-feira, 30 de novembro, o último Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês, que segundo análise da Confederação Nacional de Municípios (CNM) será 16,77% maior que o montante repassado no mesmo decêndio do ano passado. Será partilhado entre todos os Municípios e o Distrito Federal R$ 1,8 bilhão, considerando a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
Sem a retenção constitucional da educação, segundo estimativa da CNM com base nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), de 11 a dia 20 do mês, o montante somará mais de R$ 2,2 bilhões. O decêndio representa 30%, em média, do valor total transferido em novembro – a soma dos três repasses. E comparação com o valor repassado no mesmo período de 2017 e considerando os efeitos da inflação, o Fundo apresenta crescimento de 16,77% – termos nominais. No entanto, se aplicada a inflação, o crescimento reduz para 11,99%.
Em 2017, os Municípios partilharam R$ 6,6 bilhões, por meio do FPM, em novembro. “Ao longo de todo o ano, com exceção de julho e setembro, o fundo constitucional dos governos locais apresentou crescimento. No entanto, quando se considera inflação de um ano para o outro e o acúmulo de responsabilidade, percebe que os recursos ainda não são suficientes para atender as necessidades locais e promover melhoria na vida da população”, aponta o presidente da CNM, Glademir Aroldi.
Com esse último repasse, o mês fechará com repasse total de R$ 7,9 bilhões e crescimento de 14,69%, em comparação com novembro do ano passado. Do início do ano até agora, o FPM registrou crescimento nominal de 8,01%, sem considerar os efeitos da inflação, mas considerando o repasse de 1% de julho, viabilizado pela Emenda Constitucional (EC) 84/2014. Quando se considera a inflação, o acumulado deste ano apresenta crescimento bem menor, de 4,23%, em relação ao mesmo período do ano anterior.
Do total repassado para todos os Municípios, os de coeficientes 0,6 receberão pouco mais de R$ 453 milhões, o que representa 20,03% do valor total. Dos 5.568 Municípios, 2.470 recebem com base neste coeficiente apenas o valor serem diferenciados de Estado para Estado. Como por exemplo: Os Municípios 0,6 de Roraima não recebe o mesmo valor dos Municípios 0,6 do Rio Grande do Sul.  “Município 0,6 do estado do Amazonas deve receber R$ 196.309,61, enquanto que um Município de Santa Catarina deve receber valor bruto de R$ 155.667,44 sem os descontos”, explica o levantamento da CNM.
Da mesma forma, os Municípios de coeficientes 4,0 – que somam – ficarão com o valor de R$ 281.922.605,49, ou seja, 12,45% do que será transferido. “Assim como as demais transferências constitucionais, o FPM não é uniforme ao longo do mês e do ano”, esclarece o presidente da CNM. Aroldi menciona ainda que o Fundo, geralmente, mantém dois ciclos distintos: de fevereiro a maio repasses maiores e de julho a outubro transferências menores, com destaque para setembro e outubro.
Além de mostrar a estimativa de repasse para cada Município, o levantamento da CNM também mostra os valores brutos do repasse e os seus respectivos descontos; 20% do Fundeb, 15% da saúde e o 1% do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).
Confira o estudo completo e o valor do último FPM de novembro que será creditado para seu Município.
Foto: Ilustração CNM
Por Raquel Montalvão 
Da Agência CNM de Notícias

Com salários de quase R$ 10 mil, edital para concurso da PRF é divulgado com 500 vagas

Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou, nesta quarta-feira (28/11), o edital do concurso público para preenchimento de 500 vagas imediatas para policial da corporação.
Organizada pelo Cebraspe, a seleção oferece remuneração inicial de R$ 9,8 mil, incluindo auxílio-alimentação de R$ 458. Os aprovados que tiverem filhos pequenos também terão direito a auxílio-creche, de R$ 321. Já a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
As oportunidades são para candidatos de nível superior em qualquer área e proporciona estabilidade, devido às contratações via regime estatutário. Para concorrer, o candidato precisa ter entre 18 e 65 anos, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Há vagas nas seguintes unidades da Federação: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Rondônia, São Paulo e Tocantins.
As inscrições poderão ser feitas no período entre as 10h da próxima segunda-feira (3/12) até as 18h do dia 18 de dezembro, por meio do site da banca organizadora. O valor a ser pago é de R$ R$ 150, até 15 de janeiro de 2019.
O concurso PRF será composto por oito etapas, sendo elas:
Prova objetiva;
Prova discursiva;
Exame de capacidade física;
Avaliações de saúde;
Avaliação psicológica;
Prova de títulos;
Investigação social;
Curso de formação profissional.
A primeira etapa do concurso é composta por prova objetiva com 120 questões. A segunda fase é a discursiva, na qual os candidatos serão submetidos a duas avaliações: uma de conteúdo e outra de língua portuguesa.
No exame de capacidade física, os candidatos serão submetidos a testes de flexão em barra fixa, abdominal, impulsão horizontal e de corrida de 12 minutos.
Metrópoles

24 de setembro de 2017

As 18 melhores recriações de fotos de infância

Estamos passando por um momento em nossas vidas que a tecnologia nos ajuda em quase tudo, com o avanço da “internet” que hoje é bem mais acessível do que há um tempo permite que estejamos conectados com o mundo. Nossos celulares estão cada vez mais sofisticadas nos ajudando bastante no dia a dia sem contar as redes sociais onde podemos compartilhar de tudo, ver amigos ou familiares que estão longe e muito mais.
Hoje falaremos um pouco das redes sociais, ultimamente uma febre tomou conta delas, a de pessoas ou casais refazerem fotos de infância na mesma posição e de preferência com as roupas parecidas ou iguais, no início muitos disseram que isso era só uma frescura de quem não tinha o que fazer.
Porém, o tempo foi passando, e as pessoas postando suas fotos e a moda foi ganhando força, e se tornando viral, hoje é bem fácil você encontrar muitas imagens do gênero, e temos que admitir que o pessoal caprichou nas imagens e nas poses retratando suas fotos de infância de forma perfeita, separamos algumas para que vocês vejam e quem sabe não façam também.
PUBLICIDADE
Vejam:
1- Fazendo o filho dormir e dormindo junto.
Foto/Reprodução
2- Mãe brincando com as crianças.
Foto/Reprodução
3- “Marrenta” desde pequena.
Foto/Reprodução
4- Parece que agora ficou mais difícil segurar o irmão no colo!
Foto/Reprodução
5- Sempre bom jogar bola com o pai, não importa a idade.
Foto/Reprodução
6- Muro de Berlim, emocionante
Foto/Reprodução
7- Parece que um deles continua feliz na escola, já o outro nem tanto
Foto/Reprodução
8- Todos continuam firmes, até a camionete.
Foto/Reprodução
9- Brincadeira de criança como é bom!
Foto/Reprodução
10- A brincadeira não pode parar não importa a idade!
Foto/Reprodução
11- As duas cresceram.
Foto/Reprodução
12- Reunião na praia, só faltou o balde roxo
Foto/Reprodução
13- Os melhores amigos sempre!
Foto/Reprodução
14- Infelizmente uma delas está na lembrança
Foto/Reprodução
15- Passeio em família continua.
Foto/Reprodução
16- Todos cresceram, e continuam felizes!
Foto/Reprodução
17- Que fome!
Foto/Reprodução
18-Troca de cuidados, que lindo
Foto/Reprodução

Gabriel faz gesto obsceno para torcida e pode ser punido

Ver imagem no Twitter

O Corinthians comemorou muito o empate com o São Paulo, por 1 a 1, neste domingo (24), no Morumbi. Na celebração do gol alvinegro, marcado por Clayson, os jogadores reservas do Timão se levantaram do banco e no calor da comemoração provocaram os torcedores são-paulinos. Entre os mais exaltados, o volante Gabriel levou as mãos à genitália e fez gestos obscenos para o público presente ao estádio.
Após a partida, o jogador, que havia sido substituído pelo autor do gol, se desculpou pelo ato.r
“Isso é comemoração do gol, estava no calor do jogo, acontecem muitas coisas, ofensas, mas isso é do futebol”, disse Gabriel. “A gente estava comemorando perto da torcida, o torcedor estava nos ofendendo, fazendo gestos, xingando, mas até peço desculpas à pessoa, se ofendi, não era a intenção. Peço desculpas e ponto final”.
Por conta da atitude ofensiva, Gabriel pode ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). De acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o gesto do volante corintiano pode ser classificado como “provocação ao público” (artigo 258-A), que prevê pena de suspensão de duas a seis partidas.