30 de junho de 2012

Governo prorroga IPI baixo para linha branca e móveis

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem(29) que será prorrogada por mais dois meses a redução das alíquotas de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos da linha branca, como geladeira e fogão. Sem a prorrogação, o IPI menor terminaria neste sábado.

O governo também prorrogou, por mais três meses, a redução das alíquotas do IPI para móveis, laminados, papel de parede e luminárias.  O anúncio foi feito após o ministro se reunir na tarde desta sexta, em São Paulo, com representantes da indústria de eletrodomésticos, móveis e varejo.

“É bom que a população aproveite porque está terminando. É bom o pessoal ir às compras”, disse Mantega.aos jornalistas.

Mantega fala à imprensa nesta sexta (Foto: Darlan Alvarenga/G1)

O ministro informou também que tentará incluir no novo decreto a redução de 5% para zero ad alíquota de IPI para painéis de madeira. A "tentativa", segundo o ministro, é porque o decreto com os anúncios desta sexta já estava pronto, e precisará ser alterado para incluir o item. Mantega garantiu, porém, que o produto também terá IPI zero até setembro.

A redução do IPI para os painéis foi uma solicitação da indústria de móveis, segundo Mantega, uma vez que o item é considerado uma das principais matérias primas na fabricação de móveis.

Mantega também anunciou a prorrogação, até o final do ano, da isenção de cobrança do PIS e da Cofins sobre massas, que valeria até este sábado. A alíquota, que era de 9,25%, foi reduzida em dezembro do ano passado. A isenção de PIS/Cofins sobre os pães já tinha validade até dezembro deste ano.

arte prorrogação IPI linha branca móveis (Foto: Editoria de Arte/G1)

Contrapartidas

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!