1 de junho de 2012

Hugo Tavares diz não ter criticado a Câmara Municipal e emite nota sobre articulações com o poder legislativo

O Presidente do Conselho Municipal de Cultura de Santa Cruz, Hugo Tavares, em nota, afirmou ao Blog que não criticou a ausência da Câmara Municipal na Plenária de debate da minuta do Fundo Municipal de Cultura.

Em nota aos principais Blogs da cidade, Hugo rebateu as informações. “Não me lembro de ter criticado a ausência de parlamentares na reunião que discutiu o Fundo Municipal de Cultura, realizado no dia 29 de maio p. passado no Teatro Candinha Bezerra. Aliás, não seria inteligente da minha parte criticar um poder, onde logo mais, os artistas irão precisar dele, assim como irão também precisar do poder executivo”, afirmou Hugo.

Outra crítica foi feita com relação a criação da “Carteirinha do Artista” e do calendário de eventos culturais, para Hugo, isso“deve ser discutido no viés do Plano Municipal de Cultura”.

O presidente do Conselho também destacou uma conversa que teve com o Presidente da Câmara, Tarcísio Reinaldo (PSB). “Ainda quero acrescentar que no mesmdia à noite conversei com o Ver. Tarcísio Rainaldo, presidente da câmara municipal de Santa Cruz/RN, e o mesmo nos colocou a disposição tudo que for necessário para que o poder legislativo possa também fazer a sua parte. No mais tudo transcorreu num clima de harmonia e esperamos que o poder executivo aprove a minuta aprovada pelos artistas e que a câmara de vereadores tenha sensibilidade e dê o seu veridicto em favor dos artistas da nossa cidade de Santa Cruz/RN”, disse Hugo.

Confira na íntegra a nota do Presidente do Conselho Municipal de Cultura:

Senhores blogueiros:

Prezados Wallace, Erivan Justino, Édipo Natan, não me lembro de ter criticado a ausência de parlamentares na reunião que discutiu o Fundo Municipal de Cultura, realizado no dia 29 de maio p. passado no Teatro Candinha Bezerra. Aliás, não seria inteligente da minha parte criticar um poder, onde logo mais, os artistas irão precisar dele, assim como irão também precisar do poder executivo. Critiquei sim, e com veemência a postura de alguns blogs (estavam vários presentes, inclusive) que fazem vistas grossas às coisas mais importantes (os temas discutidos), e que postam nuances irrelevantes e ainda mais com ironias descontextualizadas.

Por exemplo, a coordenação do envento conseguiu que Liduína Lins, representante do Ministério da Cultura recebesse a imprena da nossa cidade em uma sala com exclusividade, e o que se viu nos blogs (?) foi apenas 2 ou 3 linhas colocadas por tudo que ela traduziu sobre o encontro.

É preciso dizer que a mulher é consultora da Unesco e não veio a Santa Cruz/RN, por acaso.

Um outro detalhe é a instrumentalização que estão fazendo com a cultura, desconhecendo e desvalorizando o CONMUC – Conselho Municipal de Cultura, promovendo ações isoladas e infantis como discussão sobre “Carteirinha do Artista”, pra que? O calendário de eventos culturais, deve ser discutido no viés do Plano Municipal de Cultura. O que é uma exigência de todo esse preocesso. E não discussões pontuadas com fins eleitoreiros. O percentual de 1(um %) tirado na assembléia é uma proposta dos artistas de Santa Cruz/RN. É bom frizar isso, senão vai aparecer padrinhos mil. Sei não, viu… esse ano de 2012 vai feder, mas não existe bom ar e lenço pra todos, não. A caminhada vai ser por demais íngrime e nem todos irão subir as ladeiras, além das pedras no caminho que muitos não conseguirão se desvencilhar. Ainda quero acrescentar que no mesmdia à noite conversei com o Ver. Tarcísio Rainaldo, presidente da câmara municipal de Santa Cruz/RN, e o mesmo nos colocou a disposição tudo que for necessário para que o poder legislativo possa também fazer a sua parte.No mais tudo transcorreu num clima de harmonia e esperamos que o poder executivo aprove a minuta aprovada pelos artistas e que a câmara de vereadores tenha sensibilidade e dê o seu veridicto em favor dos artistas da nossa cidade de Santa Cruz-RN. O próximo passo depois da aprovação se Deus quiser é a discussão do Plano Municipal de Cultura que acontecerá provavelmente na segunda metade do mês de julho/12, na realização da XII Jornada Cultural da Associação Rádio Comunitária Santa Rita – Um bem da comunidade. O fato de Santa Cruz/RN, hoje, fazer parte do rol de cidades do Rio Grande do Norte (apenas 20) inscritas no Sistema Nacional de Cultura é uma conquista inédita e histórica. Isso já é uma fato. Mais verbas federais serão alocadas para a cultura de Santa Cruz/RN.

Ainda, na oportunidade, aproveito para agradecer a Rádio Comunitária Santa Rita, Santa Cruz AM e a todos que puderam contribuir divulgando esse evento sobre aprovação da MINUTA DO FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA.

Wlw.

Hugo Tavares Dutra
Presidente do Conmuc
Conselho Munixcipal de Cultura de Santa Cruz/RN

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!