8 de junho de 2012

Meia Valdívia, do Palmeiras, é vítima de sequestro relâmpago em São Paulo

Atleta não sofreu ferimentos; não se sabe o valor roubado - Werther Santana/AE

O meia chileno Valdívia, do Palmeiras, foi vítima, na noite de quinta-feira, 7, de um sequestro relâmpago na capital paulista. A Polícia Militar confirma o assalto sofrido pelo atleta, mas, a pedido da vítima, não pôde passar mais detalhes sobre o caso.

O jogador, segundo informou um policial militar que não quis ser identificado, teria sido dominado por um criminoso armado por volta das 21 horas na Avenida Sumaré, região de Perdizes. O assaltante, descrito apenas como negro e alto, teria entrado no carro do atleta e obrigado a vítima a deixá-lo na Avenida Marquês de São Vicente, próximo ao Centro de Treinamento (C.T.) do Palmeiras, região da Barra Funda, zona oeste da cidade.

Com um valor em dinheiro roubado de Valdívia, o bandido, após descer do carro do atleta, teria, segundo o policial, tomado um táxi que passava pela avenida. Por volta das 23 horas, o meia ligou para o 190 solicitando uma viatura que o levasse ou acompanhasse até a casa, pois estava com medo de retornar sozinho para a residência. PMs da 1ª Companhia do 4º Batalhão foram até o CT, conversaram com o chileno e o acompanharam até a casa dele.

Não se sabe o que foi levado da vítima. O atleta, que a princípio não irá registrar boletim de ocorrência em delegacia, não sofreu ferimentos. A reportagem do estadão.com.br tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa do Palmeiras, mas o assessor não foi localizado.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!