25 de julho de 2012

Assinatura de protocolo de intenções garante instalação da maior fábrica de polpa de frutas e derivados no RN

Maisa_Demis Roussos (3)

A governadora Rosalba Ciarlini assinou, na manhã de ontem(24), no auditório da Governadoria, o protocolo de intenções para a instalação da ICP Fazenda Maisa na zona rural de Mossoró. O empreendimento terá um investimento estimado em R$ 30 milhões e tem como objetivo incentivar a cultura de frutas na região.

Para a Governadora, a assinatura do protocolo é muito importante para a economia do RN, pois o potencial dos agricultores será expandido com a vinda da fábrica que irá impulsionar o desenvolvimento da agricultura irrigada.

“Nós vamos ter uma cadeia produtiva e o aproveitamento da produção agregando valores com a indústria. Isso é fundamental, pois o nosso Estado tem um potencial muito grande para a produção de frutas, tanto por irrigação como também com os pequenos trabalhadores da agricultura familiar. Esse empreendimento indiretamente deverá gerar em torno de 10 mil empregos no campo, e na fábrica nós vamos ter em torno de 400 empregos diretos. São produtos que vão dar condições de trabalho, de renda e de prosperidade”, disse a governadora.

O forte potencial fruticultor do RN foi o principal fator de atração da fábrica para o Estado. A capacidade de produção anual da ICP Fábrica Maisa está estimada em 72 mil toneladas, com expectativa de faturamento em torno de R$ 240 milhões por ano quando a produção for estabilizada. A previsão é de expandir a produção da fábrica para além de polpas de frutas e incluir na lista outros 120 produtos como chocolates, chicletes, confeitos, entre outros também derivados das frutas.

A previsão dos sócios presidentes da ICP Fazenda Maisa José Domingues dos Santos e Isael Pinto é que a unidade irá gerar 500 empregos diretos e 2.000 indiretos, tendo oportunidade para geração de até 10 mil postos de trabalho. Eles elogiaram o esforço da Governadora para trazer a fábrica para o Estado.

A ICP Fazenda Maisa é uma unidade da fusão das empresas Nutrimarcas e Grupo General Brands. A ICP Fazenda Maisa funciona nas dependências da MAISA – uma das mais antigas e importantes fábricas de polpas e sucos do Nordeste brasileiro, que chegou a empregar seis mil trabalhadores no seu auge – e foi adquirida pelos sócios do grupo Nutrimarcas, no ano de 2009, através de um leilão do Banco do Brasil.

Em 2010 o grupo investiu de R$ 7 milhões para a reativação da empresa que, em 2011, voltou a extrair polpas de frutas. Em 2012, a General Brands, uma das maiores empresas de sucos e alimentos do Brasil, dona da marca CAMP, se juntou ao grupo Nutrimarcas se tornando o Grupo General Brands. O grupo produz cerca de duas mil toneladas de polpa de frutas por mês, destinadas tanto para o mercado externo como para grandes fabricantes de sucos do mercado nacional.

Participaram da solenidade também os secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico, Benito Gama; da Tributação, José Airton da Silva; do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Gilberto Jales; da Agricultura, Pecuária e da Pesca, Betinho Rosado, além de representantes das instituições da indústria e comércio do RN.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!