19 de julho de 2012

Avanço do mar 'engole' praia cartão-postal de Natal

O avanço do mar na orla de Ponta Negra, um dos principais cartões-postais de Natal (RN), derrubou nos últimos dias coqueiros e postes de eletricidade, rompeu tubulações de água e fez com que parte do calçadão desmoronasse.

A prefeitura decretou na semana passada estado de calamidade pública para ter direito a verbas federais e estuda chamar o Exército para atuar em obras de reconstrução.

O processo de erosão se acentuou neste ano e teve maior impacto no último dia 4, quando o aumento da maré provocou uma série de tombamentos, inclusive em trechos recém-reformados.

Avanço do mar na orla de Ponta Negra fez com que parte do calçadão desmoronasse

Os danos atingem 300 metros ao longo da praia -outros 180 metros foram prejudicados em fevereiro. A Secretaria Municipal de Turismo calcula em R$ 1,5 milhão o custo para as reparações.

A pedido do Ministério Público, a Justiça estadual determinou que a prefeitura isolasse um trecho da praia, na região onde ficam restaurantes, lojas e a maioria dos hotéis da cidade. Também nomeou dois peritos para estudar medidas emergenciais.

Nos últimos 15 dias, três quiosques tiveram de ser retirados, a escadaria de uma pousada foi danificada e o rompimento de um cano levou esgoto à areia da praia.

Em maio, a Folha noticiou que ao menos 120 praias do litoral brasileiro já tiveram trechos "engolidos" por causa do avanço do mar.

O fenômeno pode ser provocado pelo aumento do nível do mar e da intensidade das ondas, pelo afundamento da crosta terrestre e ainda pela construção de barragens em rios.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!