31 de julho de 2012

Estado retoma investimento nas ações de Ciências, Tecnologia e Inovação

Nesta terça-feira (31), no auditório da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), pesquisadores do Rio Grande do Norte estarão reunidos no 1º Seminário de Acompanhamento das Ações de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do RN, que contará com a presença da governadora Rosalba Ciarlini. O evento será realizado às 10h.

Na ocasião haverá a oficialização dos repasses financeiros de R$ 2 milhões para 114 pesquisadores contemplados na primeira etapa dos editais do Programa de Apoio a Núcleos Emergentes (Pronem) e Programas Primeiros Projetos (PPP). Mais R$ 5 milhões estarão sendo depositados nas contas dos pesquisadores até o final de setembro.

Dentro dos fundamentos da Política de Ciência e Tecnologia do Governo do RN está a consolidação do Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia; o fomento das parcerias entre as empresas e o setor de pesquisa científica para gerar inovação tecnológica; priorizar áreas estratégicas como eólica, mineração, tecnologia da informação, apicultura, saúde e educação e a difusão da ciência e tecnologia no ensino aprendizagem das escolas e na sociedade.

Para cumprir as metas estabelecidas para o período 2011/2015, a FAPERN tem atuado para o fortalecimento da formação de recursos humanos nos diferentes níveis, desde a iniciação científica até a pós-graduação e inovação tecnológica nas empresas por meio das parcerias com as instituições de ensino superior e os setores empresariais.

De 2011 para 2012, foram abertos editais para contemplar pesquisadores iniciantes e núcleos, cujas pesquisas já têm resultados com repercussão regional ou nacional. Os recursos aportados para os programas Primeiros Projetos (PPP) e Apoio a Núcleos Emergentes (Pronem) chegam R$ 7 milhões, oriundos do CNPq com contrapartida do Governo do Estado, através da FAPERN. O edital para apoio à pesquisa na pequena e micro empresa (Pappe Integração), desenvolvido em convênio com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), destinou no ano de 2012 R$ 1,244 milhão para seis empresas desenvolverem seus projetos de inovação tecnológica e até o final do ano novo edital de cerca de R$ 2,700 milhões deverá estar disponível para jovens empreendedores buscarem apoio para suas empresas e se firmarem no mercado com produtos ou processo inovadores.

A FAPERN também buscou novas formas de financiamento do sistema nacional de Ciência e Tecnologia com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, cujo acordo encontra-se em fase final de tramitação e a partir do qual serão aportados R$ 23.277.190,00 para o desenvolvimento de programas até 2015 de pós-graduação, com um potencial de 60 bolsas para alunos de mestrado, 80 para alunos de doutorado em instituições de ensino do estado e 20 bolsas para os profissionais se aproximarem das empresas, com repercussões ainda mais positivas para inovação e geração de novos serviços e produtos nas empresas norte-riograndenses.

A FAPERN, juntamente com os parceiros como a UFRN e Secretaria de Administração e Recursos Humanos do Governo do Estado encaminhou também junto ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação um Acordo de Cooperação técnica com o Governo do Estado ao Projeto de Redes Metropolitanas Comunitárias de Educação e Pesquisa (RECOMEP) que viabilizará a banda larga para todos os serviços do Estado do Rio Grande do Norte, cuja finalização deverá ocorrer no início de 2013.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!