2 de agosto de 2012

Anatel anuncia retomada das vendas de TIM, Claro e Oi

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu liberar, a partir de amanhã, a venda de linhas de celular e internet móvel da TIM, Claro e Oi, depois de quase duas semanas de suspensão em todo o País. Os planos de melhoria nos serviços apresentados pelas operadoras foram aprovados pelo órgão fiscalizador a tempo de garantir às empresas a venda de produtos antes do Dia dos Pais, importante data para o comércio.

As três operadoras planejam investir um total de R$ 20 bilhões até 2014. O dinheiro será usado para melhorar a qualidade dos serviços de transmissão de voz e dados. Segundo o superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, os planos apresentados ao longo dos últimos dias convenceram os técnicos do órgão que as empresas têm capacidade para receber novos usuários.

A TIM, que foi suspensa em 18 Estados e no Distrito Federal, prometeu investir R$ 8,2 bilhões no triênio, enquanto a Claro - suspensa em três Estados, incluindo São Paulo - apresentou um plano de R$ 6,3 bilhões. Já a Oi, que foi punida em cinco Estados, tem um plano de R$ 5,5 bilhões, específico para as redes móveis da companhia.

A expectativa da Anatel é de que o atendimento nas centrais da empresa já melhore de forma gradativa ao longo das próximas semanas e meses. "Os problemas verificados nos call centers são questões de gestão e competência das empresas", avaliou o presidente do órgão, João Rezende. Para ele, porém, a melhoria dos indicadores de interrupção de chamadas e congestionamento das redes devem demorar entre quatro e seis meses para ser percebida pelos consumidores.

A Anatel irá fazer um monitoramento trimestral dos planos apresentados pelas empresas em todos os Estados, percorrendo município por município. "E nas 84 cidades com mais de 300 mil habitantes, essa fiscalização será feita por setor, em cada antena", completou Rezende.

Todos os planos apresentados pelas empresas à Anatel ficarão disponíveis para consulta pelos consumidores na página da agência na internet. Apesar de não terem sido suspensas em nenhum Estado, Vivo, CTBC e Sercomtel também terão que apresentar propostas de melhorias do serviço até a última semana do mês.

A informação de que a Anatel iria anunciar a liberação da venda das três operadoras foi antecipada pela 'Agência Estado' no meio da tarde. Imediatamente, as ações da TIM - que era a mais afetada pela medida - inverteram a trajetória de queda e encerraram o dia em alta de 4,83% na BM&F Bovespa. As ações da Oi fecharam em queda por conta do resultado trimestral da empresa, que decepcionou os investidores. A Claro não tem ações na bolsa e os papéis da Vivo fecharam praticamente estáveis, com avanço de 0,06%.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!