9 de agosto de 2012

Governadora prestigia abertura oficial do Agosto da Alegria 2012

Governadora participa do lançamento do Agosto da Alegria - Elisa Elsie05

Ontem(08), o Teatro Alberto Maranhão foi palco da solenidade da abertura oficial do Agosto da Alegria 2012 - É Festa Para Deífilo. O evento que começou a ser organizado no ano passado pela Secretaria Extraordinária de Cultura (Secult) e Fundação José Augusto (FJA) presta homenagem o folclorista Deífilo Gurgel.

O Agosto da Alegria, terá ao todo cerca de 600 eventos, com uma programação dividida em 11 eixos temáticos, que terá atividades até o dia 02 de setembro. Estão sendo investidos R$ 1 milhão em palco, iluminação, shows, exposições, palestras, exibição de produção audiovisual, apresentação teatral, dança, 160 grupos folclóricos e 18 mil participantes que farão apresentações em várias cidades do Rio Grande do Norte.

Segundo a governadora Rosalba Ciarlini a meta do Governo do RN é consolidar o Agosto da Alegria no calendário de eventos do estado e do país. “A cada ano queremos fortalecer mais ainda este evento. Além de preservarmos e exaltarmos nossa cultura popular, também movimentamos o Estado numa das épocas mais difíceis para o turismo, gerando emprego, renda e dignidade para artesãos e artistas do RN”, disse a governadora Rosalba Ciarlini.

Além das apresentações, o Agosto da Alegria também terá cursos e oficinas sobre gestão cultural e musical. Na capital, Natal, a cidade contará com 35 pontos de eventos, no interior do Rio Grande do Norte as programações também acontecem nos municípios de Caicó e Mossoró.

Desde sua primeira edição, no ano passado, o objetivo do Agosto da Alegria é tratar a cultura como um eixo transversal do turismo e da economia do Estado, mas segundo a secretária Extraordinária da Cultura, Isaura Rosado, a intenção é enriquecer o evento trazendo também os debates e discussões acadêmicas para o evento. “Temos materiais e trabalhos riquíssimos, que geram novas discussões através do ponto de vista acadêmico e científico”, disse Isaura Rosado

Na solenidade de abertura, a programação do Agosto da Alegria teve uma roda de conversas com o debate de organizadores de grandes eventos culturais, comoo Círio de Nazaré, de Belém do Pará; a Oktoberfest, em Santa Catarina e o Boi de Reis no Maranhão.

Juntamente com a abertura, também aconteceu no TAM o lançamento dos livros contemplados no Edital Publicações: Tiradeiras de Bendito, de Maria Helena Silva, Arquitetura Tradicional de Acari Séc. XIX , de Paulo Heider Feijó, História da Cultura Indígena, de Aucides Sales, e o lançamento, pela República, de uma plaquete em homenagem a Deífilo Gurgel, além da divulgação do resultado do edital Chico Traíra, que seleciona cordéis para publicação.

Juntamente com o Governo do Estado, o Agosto da Alegria é realizado em parceria do Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (Sebrae), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Potiguar (UnP), Fundação Nacional das Artes (Funarte), Fundação Joaquim Nabuco e Forró da Lua.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!