3 de agosto de 2012

Governo do Estado assina ordem de serviço para início das obras em cinco hospitais do RN

Nesta sexta-feira (3), às 9h, no gabinete da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), será assinada a ordem de serviço para início das obras em cinco Hospitais Regionais de referência no Rio Grande do Norte, com a interveniência da Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN). O investimento de R$ 8 milhões, nesta primeira fase, beneficiará os hospitais José Pedro Bezerra (Santa Catarina), Dr. João Machado e Giselda Trigueiro em Natal, além do Alfredo Mesquita em Macaíba e Rafael Fernandes em Mossoró.

“Fizemos um diagnóstico da situação e estamos fazendo as obras necessárias para garantir mais conforto e qualidade no atendimento à população com a reforma de UTIs e dos mais diversos setores destes hospitais. As intervenções também abrangem equipamentos fundamentais para atendimento em hospitais como a troca das instalações elétricas”, ressalta Isaú Gerino Vilela, Secretário de Estado da Saúde Pública.

No Hospital Gilselda Trigueiro, que é referência no atendimento de doenças infectocontagiosas, será construída a Central de Abastecimento Farmacêutico. Também serão reformadas a Unidade de Terapia Intensiva e o Hospital Dia, o setor de nutrição enteral, de endoscopia, farmácia de manipulação, além de ser realizada a troca das instalações elétricas e reforma dos muros, caixa d’água e rampas de acesso.

A reforma abrangerá a Unidade de Terapia Intensiva e o setor de nutrição do Hospital Santa Catarina. Este hospital localizado na Zona Norte da capital, que tem atendimento geral, também terá instalação de Estação de Tratamento de Efluentes, construção do muro, guarita e reforma da caixa d’água. No Hospital João Machado, referência no atendimento psiquiátrico, haverá ampliação de área do hospital para o funcionamento da clínica médica.

O João Machado também será beneficiado com a ampliação da capacidade da subestação de energia elétrica.

Em Mossoró, o Rafael Fernandes, que é referência em doenças infectocontagiosas, passará por uma reforma geral em suas dependências, assim como o Hospital Alfredo Mesquita em Macaíba. Em uma segunda etapa de obras, outros hospitais do Estado serão beneficiados.

Com esses investimentos, a meta do Governo do Estado é dar prioridade na recuperação dos hospitais, que há anos não recebiam manutenção adequada em suas estruturas, e que hoje resulta na situação crítica em que se encontram. A partir da data de ordem de serviço, todas as obras terão 5 meses para serem concluídas, possibilitando à população um atendimento digno e de qualidade através dos hospitais públicos do Estado.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!