6 de agosto de 2012

Justiça Eleitoral nega o pedido de registro de Bruno Patriota em Ielmo Marinho

A Justiça Eleitoral negou o pedido de registro de Bruno Patriota, que tentava ser candidato a prefeito de Ielmo Marinho pelo PSD. A impugnação foi impetrada pela coligação do prefeitável Cássio Castro (PMDB).

Os advogados Kennedy Diógenes, Sanderson Mafra e Aluísio Dutra argumentaram que Bruno Patriota não havia apresentado o plano de governo, como exige a legislação. Além disso, também foi apontada a irregularidade na filiação partidária do político.

Segundo os advogados de Cássio Castro, Bruno Patriota se filiou ao PSD no dia 30 de agosto. No entanto, a legenda só foi criada junto ao Tribunal Superior Eleitoral no dia 29 de setembro. “Ele não poderia ter se filiado ao PSD antes mesmo da criação do partido ter sido acatada pelo TSE”, analisou Kennedy Diógenes.

A decisão de negar o pedido de registro foi da 5ª Zona Eleitoral.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!