4 de agosto de 2012

Mesmo aparecendo na lista do TCE, candidato teve registro deferido para disputar a Câmara de Cerro Corá

3660

A juíza Maria Nadja Bezerra Cavalcanti, que responde pela 20ª Zona Eleitoral sabe muito bem diferenciar que apesar de aparecer na lista divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), cada caso é um caso... Em sentença despachada no último dia(2), a juíza entendeu que o ex-prefeito e atual vereador, Clidenor Pereira de Araújo Filho, o Codô (PHS) poderá disputar novamente uma vaga de vereador em Cerro Corá.

Codô sofreu uma ação de impugnação assinada pelo Ministério Público Eleitoral, o mesmo que atua em Currais Novos e Lagoa Nova. A ação em Cerro Corá alegava suscitando a inelegibilidade devido a reprovação de contas pelo TCE, referentes aos anos de 1997 e 2000, quando Codô era prefeito.

“No que tange à impugnação apresentada pela diligente Representante do Ministério Público Eleitoral, a mesma não merece prosperar, uma vez que o pretenso candidato não teve sua contas referentes aos exercícios de 1997 e 2000 apreciadas pelo órgão competente, qual seja, a Câmara Municipal de Cerro Corá, nos termos preconizados pelo art. 31 da Constituição Federal, de modo que sobre o mesmo não pode incidir a causa de inelegibilidade”, argumentou a juíza, em trecho da sentença.

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!