24 de outubro de 2012

Alunos da rede estadual são selecionados para fórum de ciências em Londres

Estudantes de Umarizal voltam a conquistar espaço em feira internacional fot Ivanizio Ramos

Os projetos de iniciação científica de estudantes da rede estadual do Rio Grande do Norte voltaram a conquistar espaço em feiras nacionais e internacionais. Desta vez, cinco trabalhos de alunos da região Oeste do Estado foram selecionados para participar da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia – FEBRACE, que acontece em março de 2013, na Universidade de São Paulo – USP. Além disso, dois grupos de jovens cientistas potiguares irão participar do Fórum Internacional London Youth Science 2013, que acontece entre 24 de julho e 7 de agosto do próximo ano, em Londres, Inglaterra.

Os trabalhos foram selecionados durante a 2ª Feira de Ciências do Semi-Árido Potiguar, que ocorreu nos dias 18 e 19 de outubro, no Expocenter, em Mossoró. 181 projetos foram apresentados no evento, por mais de 640 estudantes de Ensino Médio, com o objetivo de destacar a produção científica escolar da rede pública do Rio Grande do Norte. Promovida em conjunto pela Secretaria de Estado da Educação, Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA, e Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN, a feira foi acompanhada de perto pelo secretário-adjunto de Educação do Estado, professor Joaquim Oliveira, pelo reitor da UFERSA, professor José de Arimatea, e pelo vice-reitor da UERN, professor Aécio Cândido.

De acordo com o secretário-adjunto da Educação, Joaquim Oliveira, é em eventos como esse que a Educação do Rio Grande do Norte acontece. “Aqui estão envolvidas 99 escolas de 63 municípios do Estado. São mais de 600 alunos e aproximadamente 200 professores orientadores que estão ajudando a construir uma nova escola pública, que pensa e pratica a iniciação científica. A conquista contínua de espaços em feiras nacionais como a FEBRACE, mostra que estamos avançando na direção certa”, ressaltou o professor.

Dos trabalhos selecionados para representar o Rio Grande do Norte no Fórum Internacional London Youth Science 2013, o destaque ficou para o grupo de alunos que conquistou este ano o primeiro lugar na Feira Internacional de Ciências do Equador, com um trabalho sobre a Energia Eólica. Jonas Medeiros de Paiva, Marcondes Matheus de Morais e Flávia Kaline de Paiva, estudam na Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, e agora apresentaram uma análise empírica da diminuição do nível de poluição da água com a técnica de eletrofloculação. O professor orientador também é o mesmo que conquistou o prêmio no Equador, José Everton Pinheiro.

O segundo trabalho que conquistou o passaporte para o fórum londrino foi o que demonstrou a eficácia do uso da raspa da casca do juazeiro no tratamento dentário. Francisco Paulo Ramon Rocha, Thais Oliveira e Taianny Oliveira Almeida, são da Escola Estadual Moreira Dias, de Mossoró. Orientados pela professora Maria do Socorro de Sousa Freire, eles chegaram a desenvolver um creme dental com embalagem comercial para demonstração na feira e agora estudam uma forma de abrir sua própria empresa para vender o produto.

Da cidade de Mossoró também saiu um dos cinco grupos selecionados para FEBRACE, na USP. Orientados pelo professor Lindeberg Ventura de Sousa, os alunos da Escola Estadual Eliseu Viana, Ana Yasmim de Oliveira, Daniel Sátiro Silva e Rayomara Radna de Araújo, apresentaram uma comparação do rendimento do Biodiesel a partir dos óleos residuais de frituras. Assim como a capital do Oeste, a cidade de Umarizal, também se destacou com um segundo projeto da Escola Estadual 11 de agosto. Sob orientação do professor José Everton Pinheiro, os alunos Aleksander Rafael Silva e Jéssica Milenna Alves, apresentaram trabalho sobre Gravitação Universal: Newton e o peso dos corpos.
Entre os demais projetos selecionados estão o da Escola Estadual Professora Zenilda Gama, de Apodi, que avaliou o uso de Cera de Abelha no Revestimento de Frutos.  O grupo formado pelos estudantes Antonio Torres Geracino, Francisco Jociel Fernandes e Huguemberg de Oliveira Santos, é orientado pela professora Antonia Gidélia da Costa. Do município de Tibau, o destaque foi para os estudantes da Escola Estadual Rui Barbosa, que apresentaram o reaproveitamento de fumaça na Hidroponia. Francisca Maiana da Silva, Richard Ramon Medeiros e Francisco Neilson de Souza, foram orientados pelo professor Carlos Antonio Barros e Silva Júnior.

Da Escola Estadual Silvestre Veras, de Paraú, saiu o projeto Lava Jato sustentável. Desenvolvido por Pedro Henrique de Oliveira, Francisco Caio Dantas e Mateus Emanuel Eufrásio, o trabalho premiado teve orientação do professor Francisco Adalberto Lopes. Do total de projetos apresentados, 21 foram da 8ª Diretoria Regional de Educação – DIRED/Angicos, 31 da 11ª DIRED/Assú, 56 da 12ª DIRED/Mossoró, 28 da 13ª DIRED/Apodi, 14 da 14ª DIRED/Umarizal e 31 projetos da 15ª DIRED/Pau dos Ferros. Boa parte deles será apresentado no pavilhão que a Secretaria de Estado da Educação preparou para a Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura – CIENTEC, da UFRN, que acontece a partir desta terça-feira (23), e vai até o próximo sábado (27).

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!