13 de novembro de 2014

CAMPO REDONDO: Após Audiência Pública feira livre poderá ter seu dia alterado



A possibilidade da mudança da feira livre de Campo Redondo do domingo para o sábado atraiu um grande público, na tarde desta quarta-feira (12), na no auditório da Câmara Municipal. Vereadores, comerciantes, lojistas, feirantes, representantes de associações, de escolas estaduais e municipais e a população em geral debateram sobre o tema. O vereador e Presidente Dácio Gomes deu as boas vindas aos participantes e facultou a palavra ao vereador Zé Ronaldo, propositor da audiência, destacou que a iniciativa surgiu por vontade dos próprios comerciantes. “Estamos propondo e não impondo. A decisão depende da população”. O parlamentar lembrou ainda que a mudança pode permitir inclusive a inserção de novos comerciantes campo-redondenses, na feira livre.

Os vereadores e a população discutiram e apresentaram dados e os motivos pelos quais pudessem favorecer ou não a transferência de data. Após ouvir os representantes do comercio de Campo Redondo, o presidente da Câmara Dácio Gomes perguntou se eles queriam a mudança, a resposta pela maioria foi “SIM” e o presidente ainda indagou se a população gostaria que a feira mudasse para a sexta-feira ou o sábado, a população na sua grande maioria aclamou que queria no “SÁBADO”. 

Entre os principais motivos estão: comerciantes que vêm de outras cidades e se instalam aqui apenas no domingo. Eles compram os produtos para serem vendidos fora e os lucros obtidos ficam em outros municípios. Boa parte das cidades vizinhas realiza feira aos sábados, isso evitaria a presença deles aqui também. Outro ponto abordado é o produto vendido por esses comerciantes que vêm de fora e colocam a disposição a mercadoria que sobrou da feira do sábado, nas cidades de origem deles.

Representantes da população e principalmente do comércio de Campo Redondo manifestaram-se durante o evento na Casa Legislativa com palmas ou vaias. “No mundo inteiro o domingo é o dia do descanso, da folga oficial. Por isso acredito que mudar para o sábado é a melhor escolha economicamente e socialmente”, afirma um comerciante local. “Não há como ter lazer na praça, desde o sábado porque a praça está ocupada. O comerciante também não pode viajar no final de semana porque sempre está trabalhando”. Comentou uma representante de uma loja.






Por George Araújo

0 comentários:

Postar um comentário

SUA OPNIÃO É MUITO IMPORTANTE!